fbpx

Ajude este site a continuar gerando conteúdo de qualidade. Desative o AdBlock

13 Reasons Why 1×12 – Fita 6, Lado B

13 Reasons Why 1×12 – Fita 6, Lado B

Gustavo Pereira - 5 de abril de 2017

“Fita 6, Lado B” é precedido por “Fita 6, Lado A”. Para ler a crítica do décimo primeiro episódio, clique aqui.

Criticar uma série episódio por episódio dá um tempo maior para assentar aquilo que foi exibido. Numa maratona, forma tradicional de assistir a qualquer produção da Netflix, a obra seria analisada pelo conjunto e certos elementos não incomodariam tanto, pois estariam diluídos nas 12 horas da produção. Mas, fazendo essas pausas de hora em hora, é impossível ignorá-los.

“Fita 6, Lado B” tem dois núcleos. Um deles mantém a identidade dos episódios anteriores. Forte, com um desenvolvimento consistente, montagem inteligente e simbolismos. Já o outro parece se lembrar que a série termina no próximo episódio e acelera a preparação para os desfechos por vir. O primeiro é sobre Hannah e as pessoas que cada vez mais se aproximam do estado mental em que ela se encontrava quando morreu. O segundo é daqueles que não estão nem aí, mas precisam estar.

Que Marcus e Courtney são dois capitães do mato, já está claro. O mundo está cheio deles, aliás: membros de grupos segregados que abraçam o discurso discriminatório como um escudo. Se outra pessoa está sofrendo, elas não estarão. A conscientização de Alex também já estava implícita. Mas é difícil crer que um discurso moralista seja o bastante para mudar a cabeça de alguém, por mais que a dúvida residisse na consciência de cada um. Esse grupinho, do qual já falei pelo mesmo motivo, parece vindo de uma novela. Seu humor flutua de acordo com a necessidade da narrativa. Não é crível.

Por outro lado, a gota d’água que faz Hannah decidir pelo suicídio como a proteção definitiva contra as agressões que sofreu do mundo é retratada de forma crua e dolorosa. Em um dos quadros, a câmera faz um plano-detalhe na sua mão, que está fechada e abre gradualmente. Um sinal de que ela “largou” a vida. Ou, como ela mesma diz, “naquele momento, já me sentia morta”. Outro simbolismo, referente a Jessica, revisita um conceito de episódios anteriores: o banho. Se Clay não conseguiu tomar banho pela incapacidade de deixar as impurezas para trás, Jessica vai para debaixo do chuveiro de bucha na mão. Mas se livrar de certas sujeiras pode ferir a pele.

Clay está disposto a ir às últimas consequências para que a justiça seja feita. Mais alguém está, aparentemente. Um gancho inútil, pois ninguém precisa esperar até a semana que vem para assistir ao último episódio. Mas mesmo com estes problemas na construção de certos personagens, “Fita 6, Lado B” prepara o terreno para um final que certamente será chocante. Nós já sabemos o que vai acontecer.

Para ler a crítica do décimo terceiro e último episódio de 13 Reasons Why, “Fita 7, Lado A”, clique aqui. Para assistir a todos os episódios, clique aqui.

Topo ▲