Ajude este site a continuar gerando conteúdo de qualidade. Desative o AdBlock

Ana Flavia Gerhardt

Editor / portufrj@yahoo.com.br

Professora de Língua Portuguesa da UFRJ. Pessoa indisciplinar e pesquisadora na área de ensino de línguas. Leonina apaixonada desde criancinha por viagens, comida, escrita e Cinema, não necessariamente nessa ordem.

Todos os posts de Ana Flavia Gerhardt

Desobediência
Nota:

Desobediência

Abordando as regras de comportamento social e sexual entre membros de uma comunidade judaica, “Desobediência” inspira muitas reflexões sobre o mundo atual.

Ana Flavia Gerhardt / 16 de julho de 2018
“Quilos mortais” e a onipresença do biopoder

“Quilos mortais” e a onipresença do biopoder

O reality show Quilos Mortais, da rede Discovery, narra um ano da vida de pessoas muito obesas em tratamento de emagrecimento, e considera que elas são as únicas responsáveis por sua triste condição. O que nunca se diz é que elas sofrem as consequências de uma alimentação industrializada que vicia, adoece e engorda.

Ana Flavia Gerhardt / 13 de junho de 2018
Politécnica
Nota:

Politécnica

“Politécnica”, de Denis Villeneuve, mostra o sintoma extremo de uma doença social e histórica que atinge até países tidos como pacíficos e tolerantes: o machismo e a misoginia.

Ana Flavia Gerhardt / 27 de maio de 2018
Fahrenheit 451
Nota:

Fahrenheit 451

O espectador do “Fahrenheit 451” da HBO precisa saber de antemão que verá uma obra que descaracteriza as ideias fundamentais do livro de Ray Bradbury em que se baseia, tanto pela má construção dos personagens quanto pela não importância dada às soluções do livro ao problema proposto.

Ana Flavia Gerhardt / 24 de maio de 2018
Newness
Nota:

Newness

“Newness” é um filme que deve ser visto por apresentar o grande paradoxo afetivo-sexual do século 21: ao mesmo tempo em que se quer aproveitar a vida com relacionamentos descartáveis, se deseja o amor, o comprometimento e o companheirismo das relações duradouras.

Ana Flavia Gerhardt / 8 de maio de 2018
‘Vingadores: Guerra Infinita’ e a revolta contra Deus

‘Vingadores: Guerra Infinita’ e a revolta contra Deus

O universo da ficção é um lugar onde podemos experimentar sentimentos não autorizados na vida “real”, e um um deles é o de nos revoltarmos contra Deus. “Vingadores: Guerra Infinita” provoca essa revolta contra outro ser que se parece com ele em ações e intenções: Thanos.

Ana Flavia Gerhardt / 30 de abril de 2018
Topo ▲