Ajude este site a continuar gerando conteúdo de qualidade. Desative o AdBlock

Mario Martins

Editor / mariomartins.n14@gmail.com

Compositor, educador musical cursando Licenciatura pelo Conservatório Brasileiro de Música e escritor nas horas vagas. Fotografia é meu hobby e cinema é minha paixão. Ouço as trilhas dos filmes como se fossem músicas do Black Sabbath. Você teria um minuto para ouvir a palavra de Terrence Malick?

Todos os posts de Mario Martins

Próxima Parada: Apocalipse
Nota:

Próxima Parada: Apocalipse

Após viajar para pedir a bênção de seu sogro, o advogado Will terá de lidar com um fenômeno que cortou a comunicação no país, enquanto luta para salvar sua esposa grávida em outro estado.

Mario Martins / 17 de julho de 2018
“The Now Now”, de Gorillaz
Nota:

“The Now Now”, de Gorillaz

Crítica do 6º álbum de estúdio do Gorillaz, que desta vez é salvo por suas breves participações mas não convence tanto na expectativa criada.

Mario Martins / 3 de julho de 2018
Prequelle, de Ghost
Nota:

Prequelle, de Ghost

Em seu 4º álbum de estúdio, o Ghost atinge a excelência em manter seu padrão sonoro e investir em instrumentais mais orgânicos, que tornam “Prequelle” sua obra mais pesada até aqui.

Mario Martins / 4 de junho de 2018
Tranquility Base Hotel & Casino, de Arctic Monkeys
Nota:

Tranquility Base Hotel & Casino, de Arctic Monkeys

Fugindo da proposta indie rock, o Arctic Monkeys lança seu 6º álbum de estúdio, “Tranquility Base Hotel & Casino”, investindo em um som mais psicodélico, moderno e alternativo.

Mario Martins / 13 de maio de 2018
‘Playing The Angel’, de Depeche Mode
Nota:

‘Playing The Angel’, de Depeche Mode

Análise do álbum Playing The Angel, de 2005, que mostra um Depeche Mode poderoso, sombrio e nostálgico, enquanto se propõe a ser moderno em mesma proporção.

Mario Martins / 19 de março de 2018
AmeriKKKant, de Ministry
Nota:

AmeriKKKant, de Ministry

O 14º álbum de estúdio do Ministry, AmeriKKKant, é uma resposta a Donald Trump e trabalham crítica social de forma explícita.

Mario Martins / 15 de março de 2018
Ray of Light, de Madonna
Nota:

Ray of Light, de Madonna

Crítica do álbum Ray of Light de 1998, um dos mais introspectivos da carreira de Madonna e também um dos mais ousados, tendo apostado no experimental e eletrônico.

Mario Martins / 22 de fevereiro de 2018
Awaken, My Love!, de Childish Gambino
Nota:

Awaken, My Love!, de Childish Gambino

Crítica de Awaken, My Love! , álbum de Childish Gambino que traz influências do soul, R&B, rock psicodélico, soul, ao mesmo tempo que trabalha de forma experimental ao longo de sua execução.

Mario Martins / 27 de janeiro de 2018
Topo ▲